algumas dicas que podem te auxiliar no estudo de Legislação

Não é segredo que uma das maiores dificuldades encontradas pelos concurseiros é estudar Legislação e Regimento Interno.

Isso se dá pelo fato de que, entender bem sobre regimentos, leis orgânicas, direito administrativo, direito constitucional, pode ser simples para estudantes de direito ou advogados, mas para a grande maioria é complicado compreender e assimilar um assunto tão específico, que possui linguagem própria.

Muitos concurseiros optam por evitar estudá-los, pela complexidade. Deixando Legislação e Regimento Interno para estudar por último ou quando sobrar um tempo.

Saibam que este é um erro clássico, gostando ou não do assunto, não dá para fugir uma vez que o conteúdo está no edital. Eles são cobrados e as questões não são nada superficiais. Assim, não basta só estudar leis, é preciso estudá-las a fundo.

Veja algumas dicas:

  1. O primeiro passo é criar um cronograma de estudos eficaz e otimizado. Existem diversas metodologias para se criar um plano de estudos. O ideal é que você encontre seu próprio método.
  2. Algumas perguntas podem ajudar na hora de criar seu cronograma, são elas: Qual é o melhor horário e local para que você tenha total concentração? Quantas horas você está determinado a estudar? Qual é o número de matérias que você precisa estudar e quanto tempo resta até a data da prova? Anote suas respostas e procure adaptá-las a sua rotina. A dica para facilitar a visualização das suas metas e horários, procure criar tabelas. Elas podem ser facilmente feitas no word ou, se preferir, em uma cartolina colada na parede.
  3. Distribua todas as disciplinas do edital no cronograma, mas procure dar maior importância aquelas matérias que você possui mais dificuldade (Legislação e Regimento Interno).
  4. Na internet é possível encontrar uma grande quantidade de materiais para concursos públicos. Contudo, muitos deles estão desatualizados, o que certamente irá prejudicar sua preparação. O ideal é adquirir material de qualidade que esteja de acordo com os últimos editais publicados. Principalmente se tratando da disciplina de legislação, onde é comum haverem mudanças.
  5. Antes de começar a estudar, é importante não ter uma impressão negativa sobre o assunto. Encare o conteúdo sem medo, mesmo que pareça extenso ou complicado à primeira vista. A maior vantagem das questões cobradas sobre direito, é que elas costumam ser diretas e simples, exigem apenas que o candidato conheça a matéria com profundidade, fugindo das tradicionais pegadinhas.
  6. O principal erro dos concurseiros é ler por duas horas uma lei e, ao final da leitura perceber que de fato nada foi assimilado. Isso se dá pela complexidade da linguagem utilizada nos textos das leis. A dica é ler com atenção o conteúdo, destacando os pontos que serão mais difíceis de serem lembrados. Lembrando que a primeira medida que se deve tomar ao iniciar seus estudos de leis é imprimir o regimento (leis) e estudá-lo no original, desde o primeiro dia.
  7. Outra dica importantíssima de estudo é sempre fazer anotações sobre a compreensão do tópico. Procure usar suas próprias palavras para um entendimento maior e também para fixar maneiras diferentes de se referir a um mesmo tema.
  8. Se nada disso funcionar, busque por leis comentadas. Essa técnica é amplamente utilizada em cursos especializados para concurserios. Você pode encontrar textos e vídeo sobre leis comentadas na internet.
  9. Estudar pelas provas dos concursos anteriores é essencial para uma boa preparação. São importantes como material de consulta, tendo em vista que as empresas que elaboram os processos de seleção mantêm uma constância nos temas abordados. Então, as provas dos 3 ou 4 últimos concursos podem ajudar bastante. No entanto, elas devem ser usadas como um complemento e não como fonte primária de estudos, pois podem haver surpresas, assim como atualizações das leis.
  10.  A última dica é revisar sempre os tópicos que já foram estudados. Reveja suas anotações e revise os termos que podem cair na prova ou que você tenha maior dificuldade. Essa técnica serve para todas as disciplinas. Procure manter o ritmo até a data do concurso.

Bons estudos!

#NovoImpactoTaguatinga #Dicas

 

fonte: NovaConcursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *